You are currently browsing the tag archive for the ‘YouTube’ tag.

A paciência é uma virtude, que diz respeito à capacidade de tolerar contrariedades, dissabores, dores, infelicidades, etc. com resignação. Ou seja, um sujeito resignado é aquele paciente às contrariedades da vida; é aquele sujeito, que com calma e tranquilidade, consegue atravessar todas das dificuldades da vida material ou, se não consegue todas, boa parte dos obstáculos são vencidos com sabedoria e paz. Ainda mais, a paciência é uma virtude de manter um controle emocional equilibrado, sem perder a calma, ao longo do tempo. Consiste basicamente de tolerância a erros ou fatos indesejados.

Não obstante, a paciência é uma virtude que só é conquistada com o transcorrer das eternas encarnações submetidas aos espíritos. A paciência, a paz, a tranquilidade, a serenidade, a quietude são valores espirituais que, definitivamente, só iremos conseguir através das provas e expiações experimentadas no decorrer da nossa evolução. Não é a toa que devemos, em primeira instância, agradecer a Deus pelas dificuldades que são colocadas para nós, afinal, tais dificuldades nada mais são do que aprendizados. Nada mais são do que “passaportes” para as bem-aventuranças, para as virtudes. No Evangelho Segundo o Espiritismo, Capítulo IX, item 7, encontramos a seguinte passagem:

A dor é uma benção que Deus envia aos seus eleitos. Não vos aflijais, portanto, quando sofrerdes, mas, pelo contrário, bendizei a Deus todo poderoso, que vos marcou com a dor neste mundo, para a glória no céu.

Sede paciente, pois a paciência é também caridade, e deveis praticar a lei de caridade, ensinada pelo Cristo, enviado de Deus. A caridade que consiste em dar esmolas aos pobres é a mais fácil de todas. Mas há uma bem mais penosa, e conseqüentemente bem mais meritória, que é a de perdoar os que Deus colocou em nosso caminho para serem os instrumentos de nossos sofrimentos e submeterem à prova a nossa paciência.

A vida é difícil, bem o sei, constituindo-se de mil bagatelas que são como alfinetadas e acabam por nos ferir. Mas é necessário olhar para os deveres que nos são impostos, e para as consolações e compensações que obtemos, pois então veremos que as bênçãos são mais numerosas que as dores. O fardo parece mais leve quando olhamos para o alto, do que quando curvamos a fronte para a terra.

Coragem, amigos: o Cristo é o vosso modelo. Sofreu mais que qualquer um de vós, e nada tinham de que se acusar, enquanto tendes a expiar o vosso passado e de fortalecer-vos para o futuro. Sede, pois, paciente, sede cristãos: esta palavra resume tudo.

A paciência, portanto, é o amparo destinado aos nossos obstáculos! A paciência significa persistir sem cansaço e lutar para alcançar o triunfo definitivo pelo caminho do amor; diante das dificuldades, face aos infortúnios da nossa vida, perante as dolorosas passagens de nossa existência planetária, que precisamos resgatar, a paciência surge para nos acalmar, para nos consolar e nos esclarecer. O importante é não nos arrojarmos no desespero, afinal, todas situações que produza circunstâncias boas ou más, são transitórias pelo caminho da nossa existência. Tenhamos Paciência, seja qual for a dor que estejamos enfrentando! Confiemos em Deus e em sua Justiça! Tudo Passa!

 

Não há problema que não possa ser solucionado pela paciência. (Chico Xavier)

 

Muita paz a todos!

Olá, pessoal! Hoje quero divulgar o próximo filme espírita! Depois do sucesso de Chico Xavier e Nosso Lar, mais um filme nacional com temática espírita estar por vir. Trata-se do filme As Mães de Chico Xavier, com data já confirmada de estreia: 1º de abril de 2011. As Mães de Chico Xavier, de Luís Eduardo Girão, vai contar a história de três mulheres que, por causa dos filhos, vão buscar conforto junto ao médium. As vidas dessas mulheres se cruzam quando têm contato com o médium Chico Xavier, novamente interpretado por Nelson Xavier. Caio Blat, Neusa Borges, Herson Capri, Joelson Medeiros e Gabriel Pontes completam o elenco central. O longa é a adaptação do livro Por Trás do Véu de Isis, do jornalista e escritor Marcel Souto Maior e será uma das atrações da I Festival de Cinema Transcendental a se realizar em Brasília e em Fortaleza no final de março do próximo ano.

Diz a sinopse retirada do blog oficial do filme:

Três mães vêem sua realidade se transformar por completo… São elas: Ruth, cujo filho adolescente, Raul, enfrenta problemas com drogas; Elisa, que tenta suprir a ausência do marido dando total atenção ao filho, o pequeno Theo, e Lara, professora que enfrenta o dilema de uma gravidez não planejada. Essas três mulheres, vivendo momentos distintos de suas vidas, buscam conforto junto a Chico Xavier. E o repórter Karl permanece insistindo em entrevistar o médium, mesmo sem estar preparado para isso…

Vejam o trailer:

Visitem o blog oficial:

http://asmaesdechico.blogspot.com/

 

Confiram! 😉

 

 

Muita paz a todos!

Nasceu na cidade de Pacatuba, Estado do Ceará no dia 1º de fevereiro de 1905, desencarnou na cidade de Campos, Estado do Rio de Janeiro, no dia 16 de junho de 1966.

Seus pais foram Miguel Peixoto Lins e Joana Alves Peixoto. Bem cedo ficou órfão de pai e mãe e passou a viver com seus tios maternos em Fortaleza no Ceará, onde fez o curso primário. Em seguida matriculou-se no seminário católico, de acordo com o desejo de seus tios. No seminário sofreu várias penas disciplinares por manifestar a seus educadores dúvidas sobre os dogmas da Igreja. Observando as desigualdades humanas tanto no físico como no social no tocante à paternidade e bondade de Deus. Se todos eram seus filhos, por que tantas diversidades? Por que uns nascem fisicamente perfeitos  e outros deformados? Uns bons e outros maus? Desejava saber e inquiria os seus confessores, os quais, diante das indagações do menino, usavam o castigo da penitência como corretivo.

Aos 14 anos desistiu do seminário e com a permissão dos tios mudou-se para o Estado do Amazonas, enfrentando os trabalhos árduos dos seringais. Trabalhou dois anos e voltou para Fortaleza. Nessa fase, manifestaram-se os primeiros sinais da sua mediunidade, sob forma de obsessão. Era tomado por espíritos menos esclarecidos e tomado de estranha força, sendo capaz de vencer vários homens, mesmo sendo franzino. Acontecia toda hora, então Peixotinho resolveu não mais sair de casa; chegou a ficar desprendido do corpo cerca de vinte horas, num estado cataléptico, quase foi enterrado vivo.

Depois desse episódio, sofreu uma paralisia que o prostou num leito por seis meses. Nessa fase, um dos seus vizinhos, membro de uma sociedade espírita de Fortaleza, movido de compaixão, solicitou permissão à família para prestar-lhe socorro espiritual, com passes e preces. Ninguém na família conhecia o espiritismo, e permitiram. O seu vizinho iniciou o tratamento com o Evangelho no Lar, aplicando-lhe passes  e dando-lhe água fluidificada para beber.  Para distraí-lo, deu-lhe alguns romances espíritas e posteriormente as obras da Codificação Kardequiana . Em menos de um mês estava bem melhor e progressivamente foi se libertando da falsa doença.

Logo que pode andar, começou a freqüentar o Centro Espírita onde militava o grande tribuno Vianna de Carvalho, que estava prestando serviço ao Exército Nacional em Fortaleza. A terrível obsessão foi a sua Estrada de Damasco. O conhecimento da lei da reencarnação aliviou os velhos problemas que atormentavam sua mente. Passou a compreender a bondade de Deus, dando a mesma oportunidade a todos os seus filhos na caminhada rumo à redenção espiritual.

Orientado pelo major Vianna, Peixotinho iniciou o seu desenvolvimento mediúnico. Tornou-se um dos mais famosos médiuns de materialização e efeitos físicos. Por seu intermédio, produziram-se as famosas materializações luminosas e uma série dos mais peculiares fenômenos, tudo dentro da maior seriedade e nos moldes preceituados pela Doutrina Espírita.

Em 1926 foi convocado para o serviço militar e transferido para o Rio de Janeiro, sendo incluído em um batalhão na cidade de Macaé.  Ali fundou o Centro Espírita Pedro, instituição que por muito tempo se tornou a sua oficina de trabalho.

Em 1933 casou com Benedita Vieira Fernandes e tiveram vários filhos. Por força da sua carreira militar foi transferido para várias cidades, servindo em Imbituba, Santa Catarina; Santos em São Paulo; no antigo Distrito Federal e em Campos, no Rio de Janeiro. Aonde chegava, procurava logo servir a causa espírita;

Em 1945, na cidade do Rio de Janeiro, encontrou vários companheiros do Centro Espírita Pedro, e passou a frequentar o culto Cristão no Lar, realizado na casa daquele irmão. Posteriormente, juntou-se a Jacques Aboab e Amadeu Santos, e fundaram o Centro Espírita Andre Luiz que inicialmente funcionou na Rua Moncorvo Filho 27, onde se produziram pela sua mediunidade as mais belas sessões de materialização luminosa, as quais ensejaram ao Dr. Rafael Ranieri a oportunidade de lançar um livro  com esse mesmo título.

Peixotinho prestava também o seu valioso serviço como médium receitista e curador. No ano de 1948, encontrou-se pela primeira vez com o médium Francisco Cândido Xavier, na cidade de Pedro Leopoldo, tendo a oportunidade de propiciar aos confrades daquela cidade, belíssimas sessões de materializações e assistência aos enfermos.

Em 1949 foi transferido para a cidade Campos, onde participou dos trabalhos do grupo Joana D’arc. Fundou também o grupo Espírita Araci, em homenagem ao seu guia espiritual.

Peixotinho sofria de broncopneumonia, enfermidade que lhe causava muitos dissabores, porém ele suportava tudo com estoicismo, o mesmo pode ser dito das calúnias as quais foi vítima, como são vítimas todos os médiuns sérios que se colocam a serviço do Evangelho de Jesus. Dando de graça o que de graça recebeu.

Fica aqui a homenagem de todos os espíritas que muito aprenderam com a sua mediunidade, com a sua perseverança e com seu amor ao próximo, e que voltou  para a pátria celestial no dia 16 de junho de 1966.

Muita paz a todos!

 —

Assistam agora o documentário sobre Peixotinho:

Espíritas amai-vos; espíritas instrui-vos.
Agosto 2017
S T Q Q S S D
« Maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 39 outros seguidores