Encontrei na RIE de abril de 2013 um artigo bastante interessante a respeito destas duas personalidades importantes. O artigo critica o fato de falarem tão somente da atuação política de um e do outro a importância da sua obra literária, mas em momento nenhum referem-se à crença religiosa de cada um, omitindo das biografias de ambos tal fato tão fundamental. Tais personalidades só evitaram de comentar que ambos foram contemporâneos de Allan Kardec e viveram o período da Codificação do Espiritismo.

 images-horz

Consta que Abraham Lincoln realizava sessões mediúnicas na Casa Branca, onde buscava junto aos Espíritos conselhos quanto a maneira de dirigir o seu país. Esta experiência com comunicações mediúnicas vivida pelo ex-presidente está relatada na obra Was Abraham Lincoln a Spritualist?, traduzida para o português por Wallace Leal V. Rodrigues com o título de Sessões Espíritas na Casa Branca (edição O Clarim).

Victor Hugo, por sua vez, durante seu exílio deu início às sessões mediúnicas onde recebia eminentes  Espíritos da história humana. As referidas experiências mediúnicas de Victor Hugo estão relatadas no livro Victor Hugo e seus Fantasmas, de Eduardo Carvalho Monteiro e Victor Hugo Espírita, de Humberto Mariotti.

Infelizmente, a sociedade ainda teme divulgar que personalidades importantes possam ser ou terem sido Espíritas quando encarnados.

Muita Paz!

Anúncios

Temos Jesus

Desaba o velho mundo em treva densa

E a guerra, como lobo carnívoro,

Ameaça a verdade e humilha a crença,

Nas torturas de um novo cativeiro.

Mas vós, no turbilhão da sombra insana,

Tendes convosco o Excelso companheiro,

Que ama o trabalho e esquece a recompensa,

No serviço do bem ao mundo inteiro.

Eis que a terra tem crimes e tiranos, ambições, desvarios, desenganos,

Aspereza dos homens da caverna;

Mas vós tendes Jesus em cada dia.

Trabalhemos na dor ou na alegria,

Na conquista de luz da Vida Eterna.

Muita Paz

Abel GomesJesus Allan karde chico xavier

Muitos indagam por que os Espíritas afirmam que o  Espiritismo é  a terceira revelação?  Jesus prometeu um consolador que viria revelar novas verdades e ficaria eternamente conosco. Na época em que Jesus esteve entre nós, as leis de Deus eram as leis de Moisés, e na verdade algumas  religiões ainda continuam com os ensinamentos de Moisés.

Moisés mostrou um Deus severo, vingador que deveria ser temido e quem não cumprisse suas leis iria para o inferno. Era proibido a comunicação entre vivos e mortos,  Jesus veio nos dizer que não precisamos temer a Deus e sim amá-lo pois, o Pai é amoroso, bom e justo, que não condena os seus filhos ao fogo do eterno, quando este não cumpre as suas leis. Deus  nos dá tantas oportunidades quantas necessárias através das reencarnações para que possamos chegar a plenitude.

Publio

Embora no Novo Testamento haja várias passagens que falam claramente da reencarnação outras religiões cristãs negam-se a crer. Sem esquecermos que a té 553 D,C a igreja católica aceitava a reencarnação. Mudando de opinião no segundo concílio de Constantinopla, quando decidiram afirmar que a reencarnação não existia. Jesus explicou sobre a reencarnação no seu diálogo com Nicodemos e na explicação que deu que João Batista seria o profeta Elias morto há muito tempo.

Não encontramos no novo testamento nada que condene a comunicação entre encarnados e desencarnados , nem afirmando que a reencarnação não existe.

Então o Espiritismo é a terceira revelação  pois veio explicar com naturalidade os ensinamentos de  Jesus que estão contidos no Novo Testamento. Jesus nosso Mestre que não veio destruir a lei, mas veio adaptá-la ao homem daquela época. E que prometeu um novo Consolador para que pudesse levantar o véu  que cobria alguns mistérios.

Somos Espíritas, somos Cristãos, seguimos os ensinamentos do Evangelho de Jesus o nosso Consolador. O Espiritismo veio no tempo certo cumprir a promessa de Cristo.

Muita Paz

Sexo é um assunto ainda é pelas famílias e religiões um tabu. A energia sexual faz parte da vida dos seres humanos provém  do inconsciente do ser,  gerando cargas magnéticas. A prática sexual tem um propósito maior do que  uma relação meramente física. Artifício próprio para a reprodução da espécie humana, e se manifesta em cada indivíduo de acordo com seu nível evolutivo e suas experiências de outras reencarnações.

PERDO1~1

Desde quando na história do planeta terra existe a atração entre as criaturas?    R – Desde os seres mais primitivos, através dos quais o principio espiritual  inicia sua trajetória evolutiva.  Em seres embrutecidos, a energia sexual se expressa de forma primitiva, sem controle, Porém em seres responsáveis  na conduta sexual dão ao sexo o devido propósito ao qual se destina.

A interação sexual entre parceiros que se amam é um meio de compartilhamento  de energias e vibrações de sentimentos.  O  sexo praticado de maneira que provoca o sofrimento alheio são sinais de falta de amadurecimento  espiritual   em relação a função do sexual. A educação sexual e  a procura de um relacionamento saudável  deve ser o objetivo de todos os seres humanos para que possam alcançar a evolução espiritual.

Muita Paz

Revista RIE – 2013

Jesus disse: O reino dos céus é semelhante a um rei que, querendo realizar as núpcias do seu filho, enviou seus servidores para chamar os que foram convidados: mas eles se recusaram a vir. Ele enviou outros servos com ordem de dizer aos convidados : Eu preparei o jantar; fiz matar meus bois, tudo está preparado, vinde as núpcias. Mas eles não se preocuparam e não foram, um foi para sua casa de campo, e outros tratar de negócios. Outros se apoderaram dos servidores e os mataram.

O rei sabendo disso, se encheu de cólera e enviou seus exércitos , que exterminaram os criminosos  e queimara sua cidade. Então ele disse aos seus servidores: O festim está todo preparado, mas aqueles que foram chamados não foram dignos. Ide pois nas ruas e chamai todos aqueles que encontrarem. Seus servidores chamaram todos os que encontraram bons e maus, e todos sentaram-se à mesa.

O rei entrou para ver os que estavam à mesa, e notou um homem que não estava com a roupa nupcial. E disse-lhe: Como estais aqui sem ter a roupa nupcial? O homem permaneceu calado. Então disse orei aos seus servos: atai-lhe as mãos e os pés e lançai-o nas trevas exteriores. Aí haverá prantos e ranger de dentes. ( Mateus  Capítulo  21 Versículos 1-14 )

O incrédulo sorri ao ouvir esta parábola! Como se pode criar tanta dificuldade para ir a uma festa e que os convidados resistindo chegasse a um massacre!  Precisamos entender as parábolas para encontrarmos a essência do ensinamento que está contido nelas. Jesus usou os costumes do povo daquela época através dessa parábola para que o homem conseguisse entendê-la.

Jesus compara o reino do céu a uma festa. Para os primeiros convidados. Fez alusão aos hebreus  que foram os primeiros convidados de Deus, para conhecerem  sua lei. Os enviados do Senhor são os profetas, que trouxe o ensinamento da divindade e não foram ouvidos. Vários mesmo foram massacrados como os servidores da parábola, os convidados davam desculpas por estarem ocupados, essas são as pessoas  que absorvidas pelas coisas terrestres são indiferentes aos ensinamentos do Pai.

Era uma crença dos judeus, que sua nação deveria adquirir supremacia sobre todas as outras. E não foi isso que Deus prometeu a Abraão. Porém eles entenderam  que teriam uma dominação efetiva e material sobre todos os povos.

Muita Paz

Hippolyte Leon Denizard Rivail nasceu no dia 03 de outubro de 1804 há 209 anos, na cidade de Lyon na França. Teve uma excelente educação, estudou em um colégio na Suíça, que o responsável era o ilustre Pestalozzi. Kardec era um homem culto, com várias formações acadêmicas, possuindo um caráter de cientista, o qual sempre esteve presente em suas obras acadêmicas.  Bastante cético,  não se abalava com  crendices e acontecimentos aparentemente sobrenaturais.

Hoje relembramos o dia do seu nascimento no planeta terra. É natural  Junto com a lembrança, o desejo de mais uma vez homenageá-lo, como forma de reviver, relembrar o homem que cumpriu os desígnios da Providência Divina na forma da colaboração e cooperação do desenvolvimento da evolução do pensamento da humanidade, na dimensão cósmica Espírito/matéria.

Só    começamos   a  entender realmente a mensagem  do Mestre Jesus!!!  e a sua afirmativa   que ainda não era o momento para conhecermos novas verdades quando anunciou um novo Consolador – o consolador prometido viria ser a Doutrina Espírita codificada por Allan Kardec.  E realmente ela nos faz lembrar de tudo que Jesus queria nos ensinar,  mas sabia  que precisava adiar por algum tempo os seus ensinamentos.

A primeira obra da Codificação Espírita foi   ¨O Livro dos Espíritos ¨  seguidas dos  ¨ O Livro dos Médiuns ¨ ¨O Evangelho Segundo o Espiritismo ¨  ¨O Céu e o Inferno ¨ e  ¨A Gênese ¨Através deles entendemos,  que os ensinamentos do Espiritismo, são os mesmos  da Doutrina ensinada e vivenciada por Jesus Cristo.

O conteúdo das obras  de Allan Kardec  expressa  os princípios básicos  da Doutrina Espírita e para o  que se propõe. Lições sagradas do Espiritismo! foram conhecidas  pela humanidade . E Jesus na sua magnanimidade, repartiria o pão sagrado da esperança, e  da crença em todos os corações. Seriamos imensamente distinguidos pelo advento do Espiritismo.

Muita Paz

O tempo para os espíritos encarnados varia dependendo da situação em que está vivendo, para um presidiário com certeza os dias são longos mas, para alguém que tem atividades que lhe dão prazer os dias passam muito rápido. Para os desencarnados a percepção é diferenciada, mas, ainda assim vai depender do estado evolutivo do desencarnado.

o-pensamento-a-voar

Porém depois da desencarnação a sensação do Espírito ainda em confusão  é que os anos terrenos ainda passam rápido, eles não conseguem sentir o tempo passar.  Espíritos que já desencarnaram  muitos anos, podem referir-se aos últimos acontecimentos como ocorridos em   apenas algumas horas.A duração da confusão do Espírito desencarnado pode durar algumas horas, alguns dias, alguns meses ou mesmo muitos anos, sempre dependendo da sua evolução espiritual.

Dependendo da situação que o levou ao desencarne, aniquila temporariamente a sua compreensão e no caso perde a percepção do tempo, Essa situação nos leva a entender que logo após a morte a sensação do desencarnado é bem parecida com a do encarnado.  Já para o espírito livre da pertubação o tempo é totalmente diferente da terra sendo bem mais rápido, percebemos essa diferença durante os nossos sonhos.

Apenas em apenas uma hora de sono, vivenciamos sonhos que precisariam muito tempo físico para acontecer, Na realidade o tempo físico é o mesmo depende da percepção da situação do Espirito.

Muita Paz

Muitos não querem associar as mortes coletivas a resgates por débitos em vidas passadas, preferem acreditar simplesmente em uma fatalidade. Mas infelizmente não é assim, a Doutrina Espírita não promove uma reunião de devedores do passado para que haja um castigo coletivo. Não é assim. A Espiritualidade superior ampara aqueles que aceitaram na sua programação reencarnatória a participar do desencarne com outros irmãos.

OBRAS_BASICAS_DE_ALLAN_KARDEC

Entendo a lei do Universo não podemos acreditar  um mera casualidade, pois várias pessoas que deveriam estar naquele local por vários motivos não comparecem . Nas obras  ¨ Mecanismo da Mediunidade ¨ e  ¨Evolução em dois Mundos ¨, ambas psicografadas por Francisco Cândido Xavier, encontramos algumas explicações para estes acontecimentos.

Tais como o incêndio no circo em Niterói, Chico recebeu mensagens   que também  em um circo romano aquelas pessoas participaram do acontecimento. As leis de ¨causa e efeito ¨Ação e reação ¨, proporcionam probabilidades de sermos atraídos  em determinados eventos, sendo fatais para alguns. A ideia de um Deus antropomórfico, cheio de emoções  não é aceita pela Doutrina Espírita.

Deus é amoroso, bom e justo e aceita as nossas decisões através do nosso livre arbítrio, e partir daí traçamos a nossa programação. E os Espíritos superiores nos ajudam  a realizar o que decidimos para que possamos alcançar a nossa evolução espiritual. Deus não penaliza, nós aceitamos  a passar por nossas provas e expiações neste nossa planeta abençoado

Muita Paz

Trecho de um poema extraído da  ¨Revista Espírita¨1859.

Mensagem recebido pelo Sr, Porry de Marselha

foi-deus

Oh! Deus que a raça humana o busca sem cessar,

Deus, que não conhecendo, o temos que adorar,

Dos seres todos é um só principio e fim:

Mas para o alcançar, qual o caminho, enfim?

Não é pela ciência, efêmera miragem

Que nos fascina o olhar com fulgurante imagem,

E que frustrando sempre um incapaz querer,

Desfaz-se sob a mão que o julgava deter!

Sábios, acumulais escombros sobre escombros

E tais sistemas vãos não vão além de assombros!

Este Deus que ninguém pode ver sem morrer,

Cuja essência um terrível poder,

Mas sabe aos filhos seus nutrir de terno amor,

Só o podes compreender lhe igualando em dulçor!

Ah! para ele se unir e reencontrá-lo um dia,

Amai os vossos inimigos; fazei o bem àqueles que vos odeiam e orai por aqueles que vos perseguem e vos caluniam; – porque se não amais senão aqueles que vos amam, que recompensa com isso tereis? Os publicanos não o fazem também? – E se vós não saudardes senão vossos irmãos, que fazeis nisso mais que os outros? Os pagãos não o fazem também? – Sede, pois, vós outros, perfeitos, como vosso Pai celeste é perfeito. ( Marcos 5:44, 46-48).

JESUS_DISCIPULOS

Perfeição absoluta realmente não poderemos alcançar pois só o Criador é perfeito e jamais poderemos ser igual a Deus. Mas a proposta das palavras de Jesus Cristo,  é nos esforçarmos para entendermos o modelo de perfeição.  Chegarmos perto  da perfeição do Pai, é entender a essência dessa  virtude. Jesus na sua sabedoria,  nos apresentou um modelo de perfeição para que pudéssemos nos esforçar  a chegar o mais perto possível.

A humanidade pode encontrar a perfeição relativa, entendendo e praticando os ensinamentos do nosso Mestre Jesus amando o nosso próximo e não fazendo a ninguém aquilo que não gostaríamos que nos fizessem. Para nosso melhor entendimento  Jesus nos ensinou que a essência da perfeição é a caridade, pois ela abrange todas as outras virtudes.

O amor ao próximo sendo levado até o amor aos nossos inimigos, não podendo se aliar com nenhum  defeito à caridade  é o maior indicio de superioridade moral  onde resulta nos aproximarmos da perfeição.

Muita Paz

Espíritas amai-vos; espíritas instrui-vos.
Setembro 2017
S T Q Q S S D
« Maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 39 outros seguidores