Muitos Espíritas reagem ao estudo em grupo. Aliás em muitas casas Espíritas o número de grupos de estudo são menores que os grupos públicos e grupos mediúnicos. Há uma certa reação ao estudo em grupo, porém a maioria dos Espíritas afirmam que estudam sozinhos. Na pergunta 768 de ¨O Livro dos Espíritos¨ Allan Kardec pergunta á espiritualidade superior:

O homem, procurando a sociedade, não faz senão obedecer a um sentimento pessoal, ou há nesse sentimento um objetivo providencial mais geral? Resposta: – O homem deve progredir. Sozinho, ele não pode porque não tem todas as faculdades; É preciso o contato com outros homens, No isolamento , ele se embrutece  e se debilita.

Estudo da doutrina

Nenhum homem tem as faculdades completas. Pela união social , eles se completam uns pelos outros para assegurar seu bem estar e progredir. Por isso  tem necessidade uns dos outros, são feitos para viver em sociedade e não isolados, Não conseguem ouvir, e sozinhos estão sempre com a razão em relação ao seu entendimento..

Muitos acham que sozinhos aprendem melhor,  porém a forma mais natural de estudar ainda é em grupo. Quando a pessoa começa a estudar sozinha, conta apenas com as idéias do autor e as suas, em grupo ela ouvirá várias opiniões a respeito do mesmo assunto, mesmo sendo um grupo relativamente homogêneo, pois independente da intelectualidade do grupo, cada um tem o seu momento.

As várias opiniões enriquecem a cada estudante, reforçando seu entendimento e dos demais companheiros, um complementa o outro. Ainda que que o grupo seja muito diferente entre si, todos tem algo a ensinar a complementar. O estudo em grupo desperta na  criatura o sentimento de fraternidade. Portanto meus irmãos estudar em grupo é necessário para a evolução de todos , pois estamos todos no mesmo estágio evolutivo

Muita Paz