Não foi a Doutrina Espírita quem criou a reencarnação ela existe desde a criação do mundo. As civilizações mais antigas aceitavam a reencarnação como um fato normal. Pitágoras que viveu na terra mais de  500 ac de Cristo, estudou na Grécia em outras nações, como no Egito omde permaneceu 22 anos  e 12 anos na Babilônia.

Foi um dos primeiros a declarar:   ¨ A alma, ora presa nessa criatura, ora naquela, segue assim um ciclo, necessariamente determinado ¨ Sócrates acreditava na imortalidade da alma e na reencarnação. Platão ensinava que: O homem é uma alma encarnada. Anters da reencarnação estava ligada aos tipos primordiais. Quando encarna vem do belo e passa a vida atormentado. sem saber  que isso é a vontade de voltar ao mundo de origem.

evolução e reencarnação

Alexandrino Origenes  que fez parte do Cristianismo primitivo  185 dc a 254 dc, aceitava a reencarnação e dizia: Portanto todos que descem á terra de acordo com os seus merecimentos  ou com a posição que ocupara recebe ordens  para nascer neste mundo em nações diferentes, com religiões diferentes, com profissões diferentes. No ano 400, o papa Anástacio condenou Origenes  por suas idéias. No século VI  no concílio de Constantinopla excomungou todos que compartilhavam dessas idéias.

No Novo Testamento vamos encontrar várias passagens de Jesus que com naturalidade fala da  reencarnação: O diálogo com Nicodemos, a transfiguração no Monte Tabor e a sua explicação que João Batista teria sido Elias, além de muitas outras passagens. A codificaçlção Espírita realizada por Allan Kardec, veio apenas explicar o que Jesus Cristo anunciou sobre o terceira revelação.

Todos nós conhecemos casos de crianças que afirmam ser pais ou avós de seus pais atuais, citando fatos que não teriam condições de comentar. No livro  ¨ Reencarnação no Brasil ¨ de Hernani Guimarães Andrade, vamos encontar fatos verídicos que provam a reencarnação.

Muita Paz