You are currently browsing the monthly archive for Novembro 2012.

 

“Seja feita a vossa vontade” vem nos lembrar a necessidade de aceitação dos desígnios do Pai. Já aceitamos Deus como nosso Criador  infinitamente justo e bom. Agora, com esta frase, confirmamos a aceitação de tudo que nos acontece  teremos paciência, tolerância e paz para tudo o que nos acontece.  Assim pedimos forças para perseverar, continuar em frente, não desanimar, conscientes de que tudo o que acontece é o melhor para nós.

Ao fazer a vontade de Deus, nós evidenciamos nossa sinceridade perante sua vontade, demonstramos ao próximo, nosso irmão, como ele deve agir também. Ao seguir as leis de Deus, seguimos também a lei de progresso, que nos faz evoluir. Isso tudo nos dá a certeza e garantia do dever cumprido.

Na orção do Pai Nosso repetimos esta  frase ¨seja feita a vossa vontade¨ falamos com o  nosso coração com os nossos sentimentos . Tudo o que fazemos, deve ser com pureza de coração. Podemos até errar quando nos revoltamos com coisas que nos acontece. De fato erramos,   pois nosso caminho para a perfeição ainda é longo de difícil, mas com boa intenção entenderemos que o Pai não nos dá um fardo maior daquele que podemos suportar.

A procura da perfeição é uma estrada longa, cheia de obstáculos. Não devemos desanimar, devemos seguir em frente, esta sim é a verdadeira mensagem de fazer a vontade de Deus.

Muita Paz

Deus nosso Pai, criou todos os seus filhos iguais,  simples e ignorantes, porém nos deu o nosso livre arbítrio.Quando escolhemos seguir um caminho, sempre é o melhor que o nosso entendimento permite, quando tomamamos um caminho que mais tarde percebemos que foi inadequado não tenhamos dúvidas que foi importante pois servirá para o nosso crescimento.

Tudo que hoje sabemos conquistamos através dos nossos erros e acertos a cada passo em nossa existência é um avanço  para o nosso crescimento espiritual. Deus sabe que ainda somos imperfeitos e que cometeremos muitos erros. Deus permite que antes de reencarnarmos participemos da nossa programação,  e nem sempre escolhemos o melhor caminho .

Mas a cada reencarnação sempre aprendemos muito, pois quando escolhemos temos o objetivo de acertar e só percebemos que erramos quando vivenciamos a escolha feita, na sucessão do tempo e com o nosso grau de evolução va fazemos as  escolhas corretas.

Cada um percorre a estrada  da  existência  fazendo as escolhas, de acordo  com  o nosso grau de evolução. Confiar em Deus, na sua infinita sabedoria,  procurando acertar perguntando a nós mesmo: Será que este é o meu  caminho correto? Seguir a nossa intuição e sempre caminhar para a frente.

Muita Paz 

O Espiritismo é a ciência que vem revelar aos homens, por provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo espiritual, e as suas relações com o mundo corporal; ele no-lo mostra, não mais como uma coisa sobrenatral, mas, ao contrário, como uma das forças vivas e incessante ativas  da natureza.. Cap. I item 5 ESE .

Allan Kardec trouxe trouxe uma idéia sobre espiritualidade para o mundo. O eminente educador traz para o mundo através da espiritualidade  a idéia da imortalidade da alma, a crença na reencarnação , derrubando assim os preconceitos de classe social, etnia, sexo, pois a cada reencarnação podemos vir em diferentes situações.

O Espiritismo explica a  verdadeira natureza do homem, mostrando  que o seu destino é o fruto das suas escolhas. Porém tudo tem o seu tempo certo,  todos tomarão conhecimento, cada um na sua hora, conforme explica Paulo quando escreve às igrejas Galácia: ¨ Porque a seu tempo tudo ceifaremos ¨

Muita paz

Muitos de nós encaramos  a morte do corpo material como o fim de tudo, insuportável de se conceber, esse pavor não ajuda em nada,  ela continuará fazendo parte da existência de todos os seres vivos, aceitar e entender o fenômeno da morte, é o resultado de uma visão harmonica.

A morte física apenas nos retira do mundo material, somos nômades do Universo,   viajantes  que através de vidas sucessivas buscamos o aperfeiçoamento. Há pessoas que não se conformam com a perda de entes queridos, e  sofrem durante longo tempo.

 

Espírito após o desencarne sendo amparado por seu protetor.

A perda de uma pessoa amada realmente causa uma grande dor seguida de saudade, mas o homem não quer aceitar um fato que é uma lei da natureza, muitos passam por processos depressivos quando perde alguém muito querido,  precisamos  entender  que a morte não existe.  E  a pessoa desencarnada  provavelmente  sofrerá com o comportamento daquele que continua lamentando a sua mudança de plano.

Lembremos  das palavras de Paulo:   ¨ E, quando este corpo se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? ¨

Muita Paz

O dia dois de novembro há mais de mil anos no mundo ocidental é dedicado a lembrança dos nossos entes queridos que já partiram para a pátria espiritual. O dia de finados é uma das mais antigas celebrações, diz-se que surgiu no oriente, criada por um abade no ano de 998.

A data foi criada para ajudar através de orações, todos os fiéis falecidos, principalmente os que ainda estavam no purgatório O dia de finados foi criado por este abade mais ou menos 400 anos depois do purgatório. No ocidente no século XIV, Roma aceitou esta celebração que se estendeu por toda Cristandade.

E o dia dois de novembro ficou sendo o dia oficial de orar pelos mortos, levar flores, acender velas, principalmente nos cemitérios. Há mais de cinquenta anos atrás, aqui  no Brasil, era um feriado diferente do que estamos acostmados. As emissoras de rádio interrompiam a programação normal e levava ao ar uma programação apropriada para este dia, na maioria músicas sacras, era um dia triste consagrado aos mortos.

A comemoração do dia dos mortos depende da cultura de cada povo. Não podemos negar que essa celebração possui uma riqueza espirital a ser aproveitada, além dos cultos religiosos e das orações, esse dia proporciona uma reflexão sobre a morte.

É uma data do calendário oficial  que mais se relaciona com o lado transcendental da nossa existência. Pois, a morte é o destino de todos os seres vivos. Somente o homem tem consciência da própria morte. E a partir dessa certeza nasce a angústia, o medo, e surgem as perguntas: De onde vim?  para onde vou após a minha morte?

Mas a humanidade sempre teve a intuição  que a morte não é o fim . Mas ainda assim preferimos não pensar na morte. Sabemos que ninguém morre por acaso e que qualqer que seja a duração da vida ela é completa. O espiritismo explica o traço de união entre o corpo e a alma, ele explica como acontece a transição dentro das leis da natureza.

Devemos falar na morte com naturalidade, considerando que faremos a mudança do plano material para o plano espiritual. Na pergunta 323   de ¨O Livro dos Espíritos ¨ Kardec pergunta a espiritualidade:  A visita de uma pessoa a um tumulo causa algum contentamento ao espírito  do que uma prece feita em casa? Resporta: Aquele que visita um tumulo, apenas manifesta  que pensa no espírito ausente e a prece santifica , não importa o lugar desde que a homenagem seja feita com  o coração.

Depende de cada um, se sentir vontade de ir ao túmulo vá, se não quiser ir faça uma prece em casa, onde o espírito estiver receberá as manifestaçõs de carinho.

Muita Paz

Justificamos a antipatia que sentimos por alguns parentes, alegando  que são decorrentes de inimizades adquiridas em vidas passadas e que não conseguimos resolver. Porém normalmente,  nada fazemos além de justificar o que sentimos. E permitimos que os nossos lares se transformem em campo de batalha.

Importante lembrar que não  estamos reunidos sem  uma finalidade, é a oportunidade que temos para solucionar sofrimentos e  mágoas passadas,  é a chance que temos para a nossa evolução espiritual.  Não vamos nos culpar pelo passado, nem assumir o papel de vítimas.  As situações do passado existiram, mas se conseguirmos comprendê-las,  poderemos trabalhar para  nos reconciliarmos com nossos adversários do passado.

Entender o que acontece com os nossos relacionamentos difíceis é uma dádiva , pois podemos trabalhar pelas mudanças e parar de  jogar a responsabilidade nas reeencarnações passadas. Para que possamos nos reconciliar com os nossos adversários vamos trabalhar para aproveitar a oportunidade que a espiritualidade superior nos deu  para crescermos e renovarmos  os nossos pensamentos e atos.

Muita Paz

Espíritas amai-vos; espíritas instrui-vos.
Novembro 2012
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 39 outros seguidores