You are currently browsing the monthly archive for Setembro 2012.

Só podemos dar o que possuimos, portanto não podemos exigir amor de quem não sabe amar. Como esperar consideração, afeto de criaturas que ainda não conseguiram descobrir o amor?  Há seres humanos que ainda estão nos primeiros passos para  conseguir atingir o desenvolvimento  dessa sensibilidade.

Há pessoas que confundem amor com posse, com submissão, exigindo do seu companheiro em nome do amor a desistencia da sua dignidade.    Outros desistem  sua vida escondendo seus conflitos lutando por uma perfeição,  para serem dignos de ser amados, falta-lhes a sinceridade, alegam que amam por isso anulam-se.

Há seres que acreditam que se amam não podem dizer  ¨não ¨ acreditam que dentro dessa passividade serão amados. Infelizmente exigem do outro o que não sabem dar  pois não são os pais,  os filhos ou os conjuge que vão preencher o vazio instalado em sua alma.

Esse comportamento levam sempre a pessoa a concordar sempre com o outro, mas ficam insatisfeitos com a vida que levam.  Disse Jesus que devemos: ¨ Amar a Deus sobre todas as coisas e amar o próximo Como a ti mesmo ¨

Cabe a cada um de nós tentar resolver as nossas carencias afetivas sem exigir amor do outro.  O amor é um sentimento de doação. Não podemos exigir das pessoas amor, gratidão, reconhecimento.  Todos nós temos o direito ao uso do nosso livre arbítrio e o direito de amar e ser amado sem exigências.

Muita Paz

Anúncios

As crianças são criaturas frágeis que esperam a direção que lhes serão  dadas pelos adultos. Grande parte das reações infantis são de responsabilidades do ambiente que foram criadas. O ambiente pode melhorar ou piorar as condições daquele espírito encarnado dependendo da sua personalidade.

 

Muitos pais forçam suas crianças no inicio do seu desenvolvimento a aceitação de suas regras esquecendo-se que seus filhos são espíritos milenares com suas personalidades formadas e não uma página em branco dependendo apenas da educação que agora vai receber.

A individualidade de cada criança deve ser respeitada, observamos que os irmãos mesmo em idades próximas são criados da mesma maneira e são individuos completamente diferente um do outro. Não se pode educar exatamente igual todas as crianças  são seres  diferentes uns  dos outros.

Todas as crianças gostam das mesmas coisas, mas cada um reage de maneira diferente, os adultos devem educar suas crianças baseada na necessidade de cada um e não na deles mesmo. Muitos pais esperam que seus  filhos, realizem o que não puderam e quando isso não acontece  sentem-se  fracassados com as escolhas  dos  seus filhos.

Pais excessivamente rígidos, controladores mesmo que aleguem que são cuidados,  são  tão prejudiciais quanto aqueles que são severos punidores e impacientes, os dois desistimulam a naturalidade  e habilidade infantil. Pais generosos são aqueles que procuram   usar a medida certa na educação das suas crianças, ficando  e aptos a lapidar com amor esses espíritos que não são ¨seus filhos¨ são de Deus,  que ele enviou para serem amados, respeitados e orientados no caminho do bem e do amor.

Muita Paz 

Não acreditamos no nosso poder de transformação, desta forma buscamos um disfarce perantes os outros, anulamos os nossos defeitos e enganmos a nós mesmo  afirmando que somos pessoas boas,  compreensivas e humildes. 

Passamos a usar máscaras para esconder os nossos defeitos, não entendemos que não somos totalmente bons ou maus e que deveríamos enfrentar as nossas dificuldades internas. Precisamos nos conhecer, analisar como realmente somos para que possamos com maturidade encarar as nossas fraquezas.

Não há necessidade de  esconder de nós mesmo quem somos, fica difícil  controlar as nossas emoções sem culpas,  com isso passamos a exigir  uma postura do nosso próximo parecida com a nossa, e não  tentamos  compreender as razões e as dificuldades do nosso semelhante.

Sofremos quando permitimos que os outros nos dominem, quando deixamos que a opinião alheia interfira nos nossos pensamentos e ações, amigos, pais, conjuges, pois tentando agradá-los muitas vezes mascaramos a nossa personalidade.

Portanto evitemos posições  superiores, esperando que as pessoas que estão a nossa volta nos julgue   perfeitos, isto não nos faz bem, pois  sabemos que não somos.

A aceitação de nós mesmo  e do nosso  semelhante  é o primeiro passo para nossa transformação interior, não adianta fugir para outro lugar para sermos diferente. O importante é nos assumir como realmente somos, aonde vivemos perto de quem amamos.

Libertemo-nos das nossas máscaras para sermos criaturas resolvidas interiormente,  entendendo como funciona o nosso mundo interior. Somente livres das necessidades de mostrar ao mundo que somos perfeitos, é  que realmente poderemos buscar a perfeição.   

Muita Paz

Quando Jesus disse à multidão que ¨ aquele que estivesse sem pecado atirasse a primeira pedra¨  na mulher que fora surpreendida em adúltério,  ele sendo conhecedor da alma humana sabia que o apedrejamento não aconteceria.

Jesus sabia que aqueles que estavam naquele momento querendo punir aquela mulher na realidade estavam necessitando de um  ¨bode expiatório ¨ para aliviar as suas próprias culpas. O Mestre porém os levou a uma introspeção quando fez a proposta; quem estiver sem pecados vá em frente.

Sentimos necessidades de mostrar os erros alheios na esperança de encobrirmos os nossos, normalmente não temos coragem de fazermos uma viagem ao nosso interior, descobriríamos o que normalmente queremos ocultar de nós mesmo.

Quando conseguimos fazer essa viagem interior e nos deparamos com as nossas fraquezas, os nossos erros, ficamos mais tolerantes com os erros do nosso próximo, e conseguimos encontrar o nosso ponto de equilibrio, com isso podemos entender os nossos sentimentos e buscar a ajuda para as nossas dificuldades.

Não precisamos nos afligir em nos corrigir, basta nos conhecermos melhor e procurar entender o nosso semelhante o importante é buscar o caminho do amor. Quem ama e respeita a si mesmo, ama ao próximo e ama a Deus.

  Muita Paz

Espíritas amai-vos; espíritas instrui-vos.
Setembro 2012
S T Q Q S S D
« Ago   Out »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 39 outros seguidores