You are currently browsing the monthly archive for Junho 2012.

Será que o lugar que hoje ocupamos na vida é nosso mesmo? Ou influências externas nos levam a direção contrárias ao  nosso modo de pensar e agir? Será que temos escutado a nossa voz interior, que é  o cumprimento   da nossa programação? Quantos de nós nos sentimos deslocados na escola, na profissão, no circulo social ou mesmo entre familiares.

Essa dificuldade que podemos estar passando é fruto do nosso deslocamento intimo, por não acreditarmos nas nossas potencialidades, nos sentimos incapazes,  e assim permitimos que as pessoas que nos são próximas façam as escolhas por nós. Se permitirmos essa situação, sempre responsabilizaremos os outros pelos nossos fracasso0s.

Se passarmos a decidir a nossa própria vida, sentaremos no nosso lugar na mesa da nossa existência.Perceberemos que somos nós os responsáveis pelas nossas decisões e nossas opções. Não resolver a própria vida não significa humildade, pois é necessário nos responsabilizarmos por nossa existência.

Quem encontra seu lugar na vida, respeita o lugar do outro, e jamais ultrapassará o limite do seu  nossos semelhante. Procuremos em nós mesmo o nosso lugar, e poderemos cumprir a nossa programação com o direito que Deus nosso Pai, nos concedeu através do nosso livre árbitrio.

Muita Paz

¨ Renovando Atitudes ¨

Anúncios

Em Lucas vamos encontrar uma passagem que protege os que são ignorantes, os que não conhecem os ensinamentos de Jesus;  ¨ … Muito se pedirá àquele a quem se tiver muito dado, e se fará prestar maiores contas àqueles a quem se  tiver confiado  mais coisas ¨  ¨… Somos nós, pois, também cegos?  Jesus lhes respondeu: Se fosseis cegos, não teríeis pecado; mas agora dizeis que vedes e por isso que vosso pecado permanece em vós ¨ (  Cap. XVIII 10 e 11)

Em Atos dos Apóstolos está escrito o seguinte:  ¨Deus não leva em conta os tempos de ignorãncia¨ e também diz: ¨Muito se pedirá àquele que muito recebeu¨ isto quer dizer que gravidade dos erros é proporcional ao conhecimento das leis divinas que se possui¨. Como reafirmado pela lei de Causa e efeito, também conhecida como o princípio de Açaõ e reação.

Só seremos avaliados pelos atos que temos conhecimento,  certos ou errados. As leis de Deus protege os que não tem conhecimento dos seus ensinamentos. Porém estamos em uma  fase do nosso desenvolvimento espiritual, que a maioria de nós sabe perfeitamento o que é certo e o que é errado.

Na nossa atual reencarnação a maioria de nós, tem raciocinio, e maturação inteletual pois a medida que nossa consciência se expande,  podemos exercer o nosso livre  arbítrio  Somos responsáveis pelos nossos atos,  como   pelos  compromissos conosco e com aqueles que nos cercam.

Não podemos pretextar ignorância pois temos conhecimentos dos ensinamentos do nosso Mestre Jesus.

Muita paz  

 

(Revista Espírita de outubro de 1860 – Dissertações espíritas)

Deveria haver na Terra dois campos bem distintos: os homens que fazem o bem abertamente e os que fazem o mal abertamente. Mas, não! O homem não é franco mesmo no mal; ele afeta virtude. Hipocrisia! Hipocrisia! Deusa poderosa! Quantos tiranos tu criaste! Quantos ídolos fizeste adorar! O coração do homem é realmente muito estranho, pois pode bater quando ele está morto; pois pode amar, em aparência, a honra, a virtude, a verdade, a caridade! Diariamente o homem se prostra ante estas virtudes e diariamente falta à sua palavra, desprezando o pobre e o Cristo. A cada dia ele mente, diariamente ele é tartufo. Quantos homens parecem honestos porque a aparência muitas vezes engana! O Cristo os chamava sepulcros caiados, isto é, a podridão interna, o mármore por fora, brilhando ao sol. Homem! Na verdade pareces essa morada da morte, e enquanto teu coração estiver morto, Jesus não te inspirará, Jesus, esta luz divina que não clareia exteriormente, mas que ilumina interiormente.

A hipocrisia, entendei bem, é o vício da vossa época; e quereis fazer-vos grandes pela hipocrisia! Em nome da liberdade, vos engrandeceis; em nome da moral, vos embruteceis; em nome da verdade, mentis.

Muita Paz

Na antiguidade os alguns povos já falavam sobre seres em outros planetas.   Mas a ufologia na sua fase moderna, foi inaugurada em 24 de julho de 1942, com o registro visual de um piloto que descreveu o movimento de um objeto como se fosse um disco sobre as águas, dando origem ao nome de disco voador.

A ufologia não é reconhecida  como uma pesquisa de caráter científico,  embora os fatos aconteçam em quase todos os pontos do nosso planeta. Vários pilotos brasileiros narram  não identificarem objetos, quando estão pilotando suas aeronaves.  No Brasil apesar de vários registros da aparição de objetos não identificados, os mais famosos são os da ¨Operação Prato ¨ onde o Coronel Holanda , esteve junto a cada investigação e o caso de Varginha no interior de Minas Gerais que teve repercução internacional.

Duas moças viram um ser diferente quando voltavam para casa durante o dia, e partir daí, são envolvidas Polícia Militar, Corpo de Bombeiro, e até Caminhões do Exercíto, vários depoimentos de civis e militares e reuniões com a presença de ufologos. Nunca se viu tanto movimento no aeroporto daquela cidade. Depois o silêncio total.

Nas obras da codificação  vamos encontrar o ensinamento sobre  ¨A pluralidade dos Mundos Habitados ¨ revivendo  o próprio Jesus  quando disse:  ¨Na casa de meu Pai há muitas moradas, se não fosse assim , eu vo-lo teria dito. Vou  preparar-vos lugar ¨ João 14;2

A casa do Pai é o universo e as moradas são os vários mundos habitados por seres que podem ser iguais ou diferentes de nós, fisicamente, intelectualmente e moralmente. Uma das moradas com seres parecidos conosco foram os exilados de Capela, planeta  distante da terra mais ou menos 42 anos luz. Podemos encontrar essas explicações no livro ¨A Caminho da Luz¨de Francisco Candido Xavier.

Em o ¨Livro dos Espíritos vamos encontrar na pergunta 172 a indagação de Allan Kardec: As nossas diversas existências corporais se verificam todas na terra? E a espiritualidade respondeu: Não. Podemos viver em mundos diferentes , as que aqui passamos não são as primeiras nem as últimas .

A ciência sabe que existe possibilidade de existir vida em outros planetas pois já foram descobertos planetos com as mesmas características da terra. Eles buscam formas iguais a nossa. Não querem aceitar que possam existir seres inteligentes como nós com aparência diferente.

Ainda existem seres entre nós que acredita que somos os únicos seres inteligentes no universo e que Deus ou a natureza como pensam os materialistas, criaram todos os corpos celestiais para enfeitar as nossas noites.

Muita Paz 

A estrada que nos levará a felicidade plena, faz parte da nossa reforma intima, ser feliz é algo interior que  faz parte das tarefas que viemos executar no nosso planeta. O principal objetivo do ser humano é a evolução espiritual. Mas enquanto estamos encarnados precisamos apreciar os momentos felizes oferecidos por Deus nosso Pai e aproveitar os momentos infelizes,  tirando deles lições importantes para o nosso crescimento.

Em relação aos entes queridos que nos cercam, devemos respeitar o direito que cada um tem de exercer o seu livre arbitrio, sem tomar para nós a responsabilidade pela felicidade alheia, poderemos estar ao lado, ajudar, aconselhar, mas interferir jamais. Precisamos também nos concientizar que ninguém é responsável pela nossa felicidade ou infelicidade, somente nós regemos o nossa vida.

É bem mais fácil culpar quem está a nossa volta pela nossa infelicidade, é transferir para o outro as nossas insatisfações, é como tentarmos nos livrarmos das nossas responsabilidades, felicidade é recebermos com amor tudo o que recebemos dentro das nossas reais possibilidades.

Alcançar a felicidade é a meta de todos nós, porém sabemos que a felicidade plena não está disponível enquanto estivermos vivendo em um planeta de provas e expiações. Só através da conquista das  virtudes é  que poderemos acumular elementos, para  que um dia possamos encontrar a verdadeira felicidade.

Muita Paz

¨ O Reino de Deus é semelhante a um grão de mostarda , que um homem tomou e semeou em seu campo. Na verdade, ele é a menor de todas as sementes, mas depois de crescido, é maior que todos os legumes e torna-se uma árvore, de sorte que as aves do céu vêm habitar seus ramos¨. Marcos 4; 31 – 32

 

Conhecemos a mostarda como condimento, usado nas refeições, porém na Palestina a sinapsis nigra atingindo no seu estado selvagem, pode chegar a  mais de três metros de altura.  E para os povos daquela região era uma expressão para qualquer coisa pequena, daí o maravilhamento  pelo fato de uma pequena semente tornar-se uma das maiores  árvores.

Jesus quis mostrar que este pequeno grão pode crescer e tornar-se uma grande árvore, abrigando pássaros  em seus ramos. Jesus a exemplificava  com o crescimento da verdade. Pois  a semente pequenina cai ao solo e tende a crescer, umas se desenvolvem rapidamente, outras lentamente, assim é a fé nos nossos corações.

Jesus não abordou o tamanho da fé, mas a comparou quando disse:  ¨Se tiverdes fé  como um grão de mostarda ¨…, na verdade ele ensinava sobre a semelhança entre a fé  e uma semente de mostarda  e não sobre o tamanho da fé. Precisamos antes de mais nada,  fazer crescer a nossa fé.

Muita Paz  

¨ Não é o que entra pela boca que contamina o homem, mas sim o que sai, porque emana do coração¨ Com esse ensinamento  de Jesus Cristo percebemos que através de uma palavra impensada, criamos mágoas e até ódio,  dependendo da intensidade da agressão verbal, para quem ouve.  Podendo também desequilibrar o funcionamento do  corpo e da alma de quem agride. 

A ausência de desequilibrio no ser leva muitas vezes a ofender sem refletir. Ao pronunciarmos palavras inadvertidas ou emitirmos pensamentos de ódio, entramos em sintonia negativa com encarnados e desencarnados, gerando toda uma atmosfera de grande sofrimento.

Cada criatura recebe o que dá, cada alma escolhe o clima espiritual eleito. Até  mesmo uma simples reclamação que nos parece inofensiva resulta em ondas magnéticas que  por nós são agregadas. Ficando à espera para surtir efeito que pode ser a médio ou longo prazo e que vão somando a cada palavra ou pensamento ruim.

Porém muito desses arquivos podem ser alterados para melhor dependendo da mudança de pensamentos e atitudes que ocorrem dentro de nós. Ser feliz ou infeliz não é um destino mais uma opção. Aprendendo a amar ao próximo, perdoando e praticando a caridade encontraremos a felicidade.

Muita Paz

Revista RIE – maio 

O ser está incessantemente em busca da felicidade que lhe escapa sem cessar, a felicidade total  não existe neste nosso planeta de provas expiações. Entretanto nos é permitido gozar uma felicidade relativa, procurando entender os ensinamentos do Mestre . Haverá maiores tormentos para os que estão envolvidos com o ciúme a inveja? Não. Para estes não há repouso em seus corações estão sempre incomodados com o sucesso dos seus rivais e constantemente vivendo em sofrimento.

 

Pobres irmãos, que não percebem que amanhã precisará deixar todas essas futilidades que evenenaram suas vidas.  Para eles Jesus deixou estas palavras: ¨Bem aventurados os aflitos, porque serão consolados¨. De quantos tormentos se poupam  aqueles se sabem  contentar-se com o que tem,  sem sentir inveja so seu semelhante, pelo que ele possui ou pelo que é.

Todos falam em infelicidade e sabem contar a sua experiências infelizes, na realidade quase todos se enganam, pois muitos de nós acreditam que a felicidade é a riqueza, o domínio, o poder. Para o ser que só enxega os prazeres materiais, a vaidade, o dinheiro este é realmente infeliz.

Felicidade é descobrir a serenidade dentro do coração, é amar sem esperar ser amado, e seguir os passos do nosso Mestre Jesus quando ele nos ensinou o maior mandamento da lei de Deus. ¨Amarás o Senhor teu Deus, sobre todas as coisas e ao próximo com a ti mesmo¨ Quando conseguirmos entender este ensinamento e conseguirmos por em prática uma pequenina parecela, com certeza começaremos a nos sentir felizes verdadeiramente.

Muita Paz 

Espíritas amai-vos; espíritas instrui-vos.
Junho 2012
S T Q Q S S D
« Maio   Jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 39 outros seguidores