Monteiro Lobato não era um simpatizante do Espiritismo. Era espírita praticante. Ralizou uma série de experiências com as chamadas sessões do  copinho e conseguiu comunicar-se  com os filhos, parentes e amigos falecidos, inclusive a famosa tia Anastácia das histórias infantis  de Emilia e Pedrinho, que realmente existiu.

                                      Monteiro Lobato

O livro Monteiro Lobato e o Espiritismo de Maria José Sette Ribas, é constituido pelas atas das sessões escritas por ele mesmo, registrando as ocorrências de cada uma com a objetividade e clareza que o caracterizavam. São atas cheias de humor e transbordantes de inteligência.

Lobato se convenceu da imortalidade espiritual do homem e possibilidade da comunicação com os mortos depois de uma sessão em que se manifestaram seis de seus grandes amigos: Adalgiso Pereira, Maneco Lopes, Amadeu Amaral, Arthur Neiva, Martins Fontes e outro cujo nome se perdeu.

A autencidade do prefácio escrito por José Herculano  Pires,  ressalta do estilo e o senso de humor de Lobato espírita e o Lobato do Além.

Muita Paz 

Anúncios