Na Revista Espírita  de 1865 no capítulo ¨Teoria dos Sonhos¨Allan Kardec  define os sonhos em três categorias:  1ª Os sonhos que  são provocados pelos acontecimentos e sentimentos que envolvem  a vida material, isto é, medos, ansiedades, conflitos, mágoas etc… as preocupações diárias que envolve o indivíduo.   Podemos entender que  esse tipo de sonho são  motivados por  acontecimentos do dia a dia que estão arquivados no nosso subconsciente.

No estado de desprendimento do Espírito, ele entra em contato com outros Espíritos que podem estar encarnados ou desencarnados, e acontece a comunicação, quando acordamos muitas vezes temos a sensação que estávamos sonhando mais não conseguimos lembrar de nada.  

2º caso – Há um desprendimento um pouco  mais completo, e ao acordar a pessoa até  consegue lembrar do sonho com  detalhes,  mas imediatamente o esquece.  Seria interessante se pudesse anotar o sonho, para lembrar alguma coisa, pois a lembrança é rápida e logo  acontece o esquecimento. 

3º caso – São os sonhos que há um desprendimento maior do Espírito e da matéria, nesse caso as lembranças são bem mais fortes. Sonha-se com lugares interessantes,  com pessoas já desencarnadas, que sendo parentes ou amigos   os encontros são extremamente afetuosos, e consoladores.

Mas também podemos encontrar com inimigos do presente ou do passado, onde acontecem sonhos desagradáveis . O assunto é vasto e para entendermos encontramos em ¨O Livro dos Espíritos¨ um capítulo bastante explicativo. Fica o convite para o estudo Doutrina Espírita.

Muita Paz 

Advertisements