A reencarnação é uma lei natural, enquanto muitos negam-se a aceita-lá, alegando que não está na Bíblia, povos como os orientais, hindus e judeus aceitam a existência de várias vidas para o Espírito. Kardec interrogou os Espíritos superiores quanto a este assunto.

 

E nas perguntas 166, 166a, 166b e 166c em ¨O Livro dos Espíritos ¨encontramos a resposta. 166 – A alma que não atingiu a perfeição durante a vida corpórea, como acaba de depurar-se?  Respsta: Submetendo-se  á prova de uma nova existência. 166a – Como realiza ela essa nova existência?Pela sua transformação como Espírito? Resposta:  Ao se depurar, a alma sofre sem dúvida uma transformação, mas para isso necessita de provas da vida corpórea.

166b – A alma tem muitas existências corpóreas? Resposta  Sim, Todos nós temos muitas existências. O que dizem ao contrário querem manter-vos na ignorância em que eles mesmo se encontram . Mas esse é o seu desejo. 166c Parece resultato, desse principio, que após ter deixado o corpo a alma toma outro. Dito de outra maneira , que ela se encarna em novo corpo. É assim que se deve entender?  – É evidente.

Até o século V o Cristianismo admitia com naturalidade o conceito da reencarnação. No entanto esse conceito batia de frente com o orgulho de muitos. Era humilhante aceitarem que poderiam voltar à terra em uma condição inferior. Foi com essa linha de Pensamento que o Imperador Justiniano (483-565) convocou um concílio na cidade Constantinopla, ( atual Istambul, Turquia) para resolver entre outras resoluções,   o banimento de vidas sucessivas dos ensinamentos cristãos.

Os cristãos que continuassem esse tipo de pregação seriam considerados herege, (esse concílio aconteceu no ano de 553) e por votação foi banida da Igreja Católica. Diz-se que o Imprador também foi influenciado por sua esposa a imperatriz Teodora, que temia voltar em condição inferior.

A reencarnação é uma lei natural que expressa a misericórdia da justiça divina. Na Bíblia encontramos diversas passagens no Velho e Novo Testamento, que mostra que os Cristãos aceitavam a reencarnação com naturalidade. O Espiritismo nos ensina a importânia das vidas sucessivas para o nosso aperfeiçoamento espiritual. A certeza que teremos outras oportunidades nos enche de esperanças no futuro, até a nossa evolução total.

Muita Paz