Chico Xavier conta que certa ocasião, sua mãe lhe apareceu e o aconselhou a usar a água da paz, quando fosse provocado. Até   porque muitas vezes dizemos algo que não gostaríamos. Disse ela: quando alguém lhe disser algo desagradável,  beba um pouco de água e a conserve na boca . Não joque fora nem engula. Enquanto perdurar a tentação de responder manteha a água na boca.

Comprendeu a lição de humildade e silêncio que sua mãe lhe dera. Logo após esse episódio, sentiu o braço pesado, tomou o lápis e recebeu a seguinte mensagem:

Casemiro Cunha ¨Poeta fluminense¨

Meu amigo, se desejas

Paz crescente e guerra pouca,

Ajuda sem reclamar

E aprende a calar a boca.

E o espírito comunicante se identificou como: Casimiro Cunha

Muita Paz