Quando o ser tem os sentimentos desorganizados, não tem domínio das suas  energias,  ele mostra-se um ser indiferente. O estado dele é de apatia, não sente vontade de questionar absolutamente nada. Por isso a dificuldade de interessar-se por fatos em que a maioria acha interessante.

Pessoas indiferentes agem desta maneira

É como se ele não movimentasse as suas próprias energias. Quando um ser é indiferente demonstra claramente  não se incomodar com a sua própria vontade. E a indiferença perante as leis divinas, torna-se  também  presente. O pensamento distante não percebe a importância da solidariedade.  

Não sente necessidade  de amizade, de dar e receber, de aprender, ou  de ensinar, não sente necessidade dos seres humanos a sua volta, não se sente amado, nem sente a necessidade de amar o seu próximo.  A indiferença é uma doença da alma, mas que dificilmente seu portador procura ajuda.

São seres que podem perder a oportunidade de evolução em sua atual reencarnação. Somente a lei divina pode impulsionar este ser a buscar a alegria de viver, a despertar a sua vontade de viver. Mas cada um tem as suas dificuldades e a  hora certa de buscar a sua mudança interior.

Muita Paz

Advertisements