¨ Perdoai as nossas ofensas, assim como perdoamos aqueles que nos ofenderam ¨ quando pronunciamos estas palavras na oração do ¨Pai Nosso¨ estamos pedindo perdão ao pai e estamos prometendo perdoar os que nos fizeram sofrer. Perdoar é corrigir as nossas energias que foram contaminadas pela mágoa dos que nos fizeram mal.  Perdoar é harmonizar os nossos pensamentos.

O Perdão é a renovação das energias danificadas. Ninguém consegue perdoar o outro,  se não perceber que seu coração está cheios de energias negativas. Perdoar é amar ao seu próximo como a si mesmo, e amar é uma necessidade urgente para encontrarmos a  serenidade. 

 A Doutrina Espírita através dos ensinamentos do Mestre Jesus nos ensina a perdoar, não apenas uma vez, mas setenta vezes sete a cada ofensa, isto praticamente é perdoar sempre. Enquanto o ser não despertar para o valor do perdão, não conseguirá enxergar as luzes da caridade e do amor.

E somente o amor pode  dar essa alegria.  É preciso amar para aprender a perdoar  e não cultivar dentro do  coração as vibrações doentes do ódio e da mágoa.  A arte de perdoar pode ser descoberta por todos, em qualquer circunstância. Com sabedoria cada um encontrará na hora certa,  o que já dentro de cada consciência.

Muita Paz.