Todos os seres vivos precisam do sono para refazer o organismo do desgaste diário. Porém há momentos que não podemos dormir.  Durante o nosso trabalho, quando estamos cuidando de uma pessoa doente ou uma criança, quando estamos dirigindo um veículo etc…

Afirmando  que:  Não conseguimos  controlar o sono quando precisamos estar acordados é um fato que pode nos prejudicar bastante. O sono é importante para o repouso do corpo, e  neste momento o espírito sai do  corpo para entrar em contato com outros Espíritos. É o  momento de liberdade para o Espírito.

Quando temos bons sonhos estamos em contato com Espíritos amigos, quando os sonhos são ruins, o nosso contato é com Espíritos que nos causam dificuldades. Nas reuniões Espíritas sejam grupos de estudo ou palestras públicas, em que a pessoa vai com vontade de participar, não se pode admitir que a pessoa adormeça. Assistimos a essa situação algumas vezes com  os visitantes, mas também com trabalhadores.

Dormindo na palestra

Algumas pessoas chegam a afirmar que o seu sono está ajudando de alguma forma os trabalhos ou que mesmo dormindo estão aprendendo. Esse desculpismo não tem o menor fundamento doutrinário. Podemos até entender que aconteça um dia que a pessoa esteja muita cansada e a palestra do dia seja um pouco monótona. ¨ Mas isso raramente.¨

A explicação é óbvia,  isso acontece com as pessoas que tem o hábito de se permitir dormir nestes momentos, pois nesse momento o trabalhador,  aceita a interferência de Espíritos inferiores que se aproximam com a finalidade de não permitir  que o individuo se beneficie dos ensinamentos da palestra. Vejam! o indivíduo permite a atuação do Espírito inferior.

A explicação serve para as pessoas que começam a frequentar a casa,  que também  invigilantes permitem a atuação de Espíritos que não querem a sua integração na casa. Porém se orientados pelos trabalhadores da casa, aos poucos dominarão a situação, e poderão aproveitar os ensinamentos de Jesus através das palestras e dos Estudos da Casa.

Podemos orientar a quem passa por esta situação da seguinte forma. Em princípio tentar controlar o sono, levantando-se  ficando de pé no final do sala. Evitar alimentação pesada, manter-se em sintonia com os trabalhos. Lembrando que somos responsáveis por nós,  que os maus Espíritos aproximam-se para nos atrapalhar quando permitimos.

André Luiz nos diz o seguinte: ¨Não acuse os Espíritos desencarnados e sofredores pelos nossos fracassos na luta. Repare o rítimo da própria vida, examine seus atos, suas atitudes, seus compromissos e sua determinação. Reconhecerá  que você tem a situação que procura e colhe exatamente o que semeia¨

Muita Paz 

Advertisements