Quando encarnamos somos destinados a viver em sociedade. O contato com o nosso semelhante é importante para a evolução espiritual de todos.

Para vivermos em sociedade,  precisamos nos aceitar e aceitar o nosso próximo,  para que os objetivos da atual reencarnação sejam alcançados. É importante ensinarmos as nossas crianças e adolescentes desde cedo a tomar conhecimento dessa necessidade para que  possam conviver harmoniosamente com o seu semelhante.

¨Bullying não pode ser aceito como brincadeira¨

Ultimamente está em evidência a necessidade de controlar o bullyng nas escolas.  A criança que tem na sua aparência ou no seu comportamento algo diferente das demais, são vítimas de deboches e perseguições, por parte dos colegas.

Sem que isso seja motivo de preocupação para muitos pais e educadores. E  muitas crianças tornaram-se adultos com  dolorosas recordações  da sua infância no período escolar.

Gerando em muitas crianças depressão, baixo rendimento escolar, apatia,  isolamento social, falta de vontade de ir à escola, vontade de trocar de escola.  E a maioria dos pais,  não conseguiam entender o que se passava com seus filhos.  

Muitas crianças não contam o que está acontecendo, por medo de serem repreendidos por seus pais.   Pois muitos pais exigiriam que eles reagissem e parassem de reclamar.

É importante prestarmos atenção aos nossos filhos.  Em principio observando se não estão sofrendo bullying em sua escola. E em segundo lugar observando se os nossos filhos, a título de brincadeiras  não fazem parte do grupo que ajudam no bullying.

Atualmente com a vida agitada que levamos, não percebemos o que acontece com os nossos filhos. Como espíritas devemos estar atentos a educação dos nossos filhos dentro dos nossos lares. E lembrando  a    importância da evangelização na vida eles.  Para que entendam que não podemos fazer aos nossos irmãos,   aquilo que não queremos que nos façam.

Cabe a nós orientarmos os nossos filhos orientá-los no caminho dos ensinamentos do Nosso Mestre Jesus.  E quanto aos nossos filhos serem as vítimas, observemos suas atitudes em relação à escola, para que possamos ajudá-los, a superar suas dificuldades para conseguirem enfrentar a vida com serenidade e coragem.

Muita Paz

Advertisements