Se Jesus não pôde ensinar as novas verdades, quando esteve aqui entre nós, porque faltava aos homens entendimento. Logicamente  que  precisaria  esperar  o tempo certo, para que esses ensinamentes pudessem ser passados.  Há muitas coisas que hoje conhecemos que seriam absurdas naquela época. Completar o ensino  seria  no sentido de explicar os fatos existentes, e  não  de mostrar verdades novas.

O Espiritismo, partindo das palavras do Cristo, Como este partiu  das palavras de Moisés, é consequencia direta da doutrina. Á  ideia vaga da vida futura, acrescida  a revelação da existência do mundo invisível,  precisava de revelações, que levasse  o povo á verdade.

Essa verdade, define os  laços que unem a alma ao corpo e levanta o véu que ocultava aos homens, os mistérios do nascimento e da morte. Pelo Espiritismo o homem  sabe donde vem, para onde vai, por que está na terra, porque sofre temporariamente e vê por toda parte a justiça de Deus. Sabe que a alma progride incessantemente, através de uma série de existência sucessivas, até atingir o grau de perfeição que o aproxima de Deus. Sabe que todas almas, tendo um mesmo ponto de origem, são criadas iguais, com identica aptidão  para progredir, em virtude do  livre arbítrio;

Sabe que não há criaturas deserdadas, nem mais favorecidas umas das outras; que Deus a nenhuma  criou privilegiada.  Que não há seres perpetuamente  maus, nem destinados ao eterno sofrimento. Que os chamados demônios são Espíritos imperfeitos, que praticam o mal no espaço como praticavam na terra,  mas que com certeza um dia se tornarão bons.

Com a reencarnação  desaparecem os preconceitos de raça, de condição social e financeira, pois o mesmo espirito, nascerá  rico ou pobre, homem ou mulher, com seus corpos perfeitos ou com alguma deficiência.

A terceira revelação que é o Espiritismo  explica e facilita o entendimento dos ensinamentos do Mestre Jesus, possibilitando a fé raciocinada, que crê por que entende, e entende o que crê.  

Muita Paz

Anúncios