Na Grécia antiga havia um templo em Delfos, em cujo fronstispicio estava escrita a célebre frase: Gnosti se Auton ( ¨Conhece-te a ti mesmo¨) , adotada por Sócrates e reconhecida por Allan Kardec e pela espiritualidade.

 

O auto conhecimento inegavelmente proporciona o crescimento moral, porque possibilita o abandono das velhas condutas viciosas e a aquisição de virtudes. A sabedoria dessa máxima é evidente, mas o problema está exatamente em cada um conhecer-se, razão pela qual Santo Agostinho sugere a realização de balancetes morais diariamente, mas observando se o ego  está impedindo uma auto crítica sincera.

Depois de perceber seus erros, vem a parte mais difícil, corrigí-los. A análise consiste, não só no auto conhecimento, mas na  correção das falhas e na  aquisição de virtudes, cosequentemente no progresso pessoal.

Ainda somos espítitos imperfeitos por isso é tão importante nos tornarmos melhores, Com certeza  será bem melhor vivermos aqui.

Muita Paz               RIE