Não existe sofrimento maior do que a dor de perder um filho… Não entendo os nossos irmãos que combatem esse tipo de intercãmbio com o Mundo Espiritual, eles se esquecem de que os que partiram também desejam o contato… O médium, sem dúvida, pode, em certas circunstãncias, rastrear o espírito, mas na maioria das vezes, é o espírito  que vem ao médium …O trabalho da espiritualidade é intenso. Para que um filho desencarnado envie algumas palavras de conforto aos seus pais na terra, muitos espíritos se mobilizam … Isto não é uma evocação. Não raro, são os próprios filhos  desencarnados  que atraem seus pais  aos centros espíritas, desejam dizer que não morreram, que continuam vivos em Outra dimensão, que os amam e que haverão de amá-los sempre … Digo-lhes que, como médium,essa tarefa das cartas de consolação aos familiares em desespero na terra, foi o que sempre mais me gratificou…

Chico Xavier – O Evangelho de Chico Xavier.